19 de agosto de 2020

Com pandemia, nova edição da campanha de coleta de “lixo” eletrônico, lâmpadas e livros será drive thru

 

A sexta edição da campanha de coleta de lixo eletrônico, feita em parceria pela SAAP e pela Recycare, trará novidades para se adaptar à pandemia de coronavírus. Será adotado um sistema de drive thru para entrega dos resíduos, e haverá doação de recursos para uma instituição que ajuda famílias que sofrem os efeitos socioeconômicos do controle do Covid-19.

Em 2020, a campanha será em 19 de setembro e os resíduos poderão ser entregues no estacionamento do BUCC Workspaces, espaço de coworking que participa do programa Empresa Amiga do Bairro da SAAP, entre as 9 e as 17h, na Av. Pedroso de Moraes, 2120.

Por causa da necessidade de afastamento social para conter o avanço do coronavírus, será adotado um sistema de drive thru. Ou seja, a pessoa entra no espaço com seu carro e nem precisará descer do veículo para entregar o material, pois o resíduo será retirado por voluntários.

Em todas as edições anteriores, a SAAP dava um brinde às pessoas que entregavam resíduos. Isso também mudará esse ano. Em parceria com outra Empresa Amiga do Bairro, a Aster, e com a Fundação José Luíz Egydio Setúbal, serão destinados ao Instituto Caça-Fome R$ 2 por quilo de material coletado, até um teto de R$ 6 mil.

A iniciativa social foi criada pelo empresário Daniel Ribeiro, proprietário da construtora G.D8, também participante do Empresa Amiga do Bairro. Seu objetivo é entregar cestas básicas a comunidades que estejam sofrendo os efeitos socioeconômicos do combate à pandemia de coronavírus.

Voluntariado

Mais uma vez,  esperamos contar com o trabalho voluntário de moradores de Alto dos Pinheiros que queiram se engajar em uma ação socioambiental de impacto. Contamos com a parceria da Casa Causa, que lida com temas relacionados ao descarte de resíduos urbanos, para buscar interessados em se voluntariar.

Os participantes receberão do Instituto Limpa Brasil um certificado de trabalho voluntário e moedas Gooders, que podem ser trocadas por recompensas em um site de incentivo ao voluntariado.

Os interessados podem entrar em contato com a SAAP pelo telefone (11) 3814-9206, pelo Whatsapp (11) 97169-0954, e pelo e-mail saap@saap.org.br.

Resíduos eletrônicos

Nas últimas cinco edições, a campanha tirou quase 12 toneladas de resíduos eletroeletrônicos do meio ambiente. Esse material foi todo encaminhado para a Recycare, empresa especializada em reciclagem desse tipo de material.

Em 2020, a campanha ocorrerá no Dia Mundial da Limpeza. No ano passado, a SAAP já havia feito uma iniciativa de coleta de resíduos pelo bairro dentro do contexto da Semana Lixo Zero

Veja abaixo uma lista dos objetos que poderão ser descartados:

Linha marrom (eletroeletrônicos)

Monitores, televisores de tubo, LCD, plasma, LED, áudio, projetores, filmadoras, aparelhos de VHS, DVD, Blu-ray, aparelhos de som e home-theaters, entre outros.

Linha azul (eletroportáteis)

Batedeiras, secadores de cabelo, liquidificadores, ferros elétricos, furadeiras, multiprocessadoras, aquecedores, aspiradores de pó, cafeteiras, centrífugas, máquinas de costura, máquinas de escrever, micro-ondas, torradeiras, vaporizadores, ventiladores de mesa, ventiladores de chão, videogames, videokês, agendas eletrônicas, barbeadores, calculadoras, câmeras fotográficas digitais, microfones, fones de ouvido etc.

Linha verde (informática e acessórios)

Computadores desktops, notebooks, periféricos, tablets, impressoras, celulares, secretárias eletrônicas, fax, telefonia, placas de circuito integrado, reatores, fios e cabos de energia, discos rígidos, fitas de backup, copiadoras, gravadores e reprodutores de DVD, monitores, plotters, scanners, terminais de caixa, terminais inteligentes, thin clients, unidades de armazenamento externo, cartuchos de tinta, toners, acessórios, mídias, PABX, modems, MP3 players, iPods, netbooks, roteadores, smartphones, teclados, entre outros.

Linha branca (eletrodomésticos)

Refrigeradores, fogões, lavadoras, aparelhos de ar-condicionado, freezers horizontais e verticais, frigobares, lava-louças, secadoras domésticas etc.

Por que descartar esse tipo de resíduo corretamente?

Enquanto estão inteiros, os equipamentos eletrônicos não oferecem riscos à saúde. Mas quebrados e expostos ao tempo, eles  podem liberar substâncias tóxicas e poluentes, como chumbo (capaz de provocar danos ao sistema nervoso), arsênico (em níveis elevados, pode matar), berílio (causa danos ao pulmão e é potencialmente cancerígeno) e mercúrio (prejudicial aos rins, cérebro e fetos), segundo a Agência para Registro de Substâncias Tóxicas e Doenças (ATSDR), que atua nos Estados Unidos.

O que mais pode ser descartado?

Além dos eletroeletrônicos, serão recebidos igualmente lâmpadas . Outra forma de participar da ação é por meio da doação de livros. Todos serão encaminhados para o projeto “Círculo da leitura” da própria Recycare.

Veja também

16 de maio de 2010

Sibipiruna