17 de maio de 2018

Dois em um: nova campanha de coleta de lixo eletrônico da SAAP vai recolher também livros para instituições sociais

Quando realizamos a primeira campanha de coleta de lixo eletrônico em 2017, ficamos surpresos com o resultado: quatro toneladas de resíduos em apenas dois dias! Na edição deste ano, nós, da SAAP, esperamos superar essa marca, mas essa não é nossa única motivação. Dessa vez, além de recolher equipamentos de informática, eletrodomésticos e eletroeletrônicos, a campanha receberá livros. Todos eles serão doados a entidades sociais de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

A coleta acontecerá entre 3 e 4 de junho —  domingo e segunda-feira —, das 9 às 17 horas, na Casa Panamericana, que fica na avenida Professor Fonseca Rodrigues, 197. O espaço é maior do que o usado no ano passado, e quem vier de carro poderá entrar com o veículo no local.

Os resíduos serão retirados pela Recycare, especializada em reciclagem de lixo eletrônico e parceira da SAAP na iniciativa. Aliás, vem da empresa a ideia de abrir espaço também para a doação de livros por meio do projeto Ciranda da Leitura.

“Recebíamos, com o lixo eletrônico, muitos livros. Vimos que vários podiam ser usados e criamos o programa para direcionar esse material para instituições de São Bernardo do Campo, onde fica nossa sede”, explica Alex Nascimento, sócio da Recycare.

E, a exemplo do que ocorreu no ano passado, quem participar da campanha ganhará mudas de plantas doadas pela Comgas, outra empresa parceira da SAAP na ação.

Por que descartar corretamente?

Enquanto estão inteiros, os equipamentos eletrônicos não oferecem riscos à saúde. Mas quebrados e expostos ao tempo, podem liberar substâncias tóxicas e poluentes, como chumbo (capaz de provocar danos ao sistema nervoso), arsênico (em níveis elevados, pode matar), berílio (causa danos ao pulmão e é potencialmente cancerígeno) e mercúrio (prejudicial aos rins, cérebro e fetos), segundo a Agência para Registro de Substâncias Tóxicas e Doenças (ATSDR), que atua nos Estados Unidos.

O que posso levar para descarte?

Linha marrom (eletroeletrônicos)

Monitores, televisores de tubo, LCD, plasma, LED, áudio, projetores, filmadoras, aparelhos de VHS, DVD, Blu-ray, aparelhos de som e home-theaters, entre outros.

Linha azul (eletroportáteis)

Batedeiras, secadores de cabelo, liquidificadores, ferros elétricos, furadeiras, multiprocessadoras, aquecedores, aspiradores de pó, cafeteiras, centrífugas, máquinas de costura, máquinas de escrever, micro-ondas, torradeiras, vaporizadores, ventiladores de mesa, ventiladores de chão, videogames, videokês, agendas eletrônicas, barbeadores, calculadoras, câmeras fotográficas digitais, microfones, fones de ouvido…

Linha verde (informática e acessórios)

Computadores desktops, notebooks, periféricos, tablets, impressoras, celulares, secretárias eletrônicas, fax, telefonia, placas de circuito integrado, reatores, fios e cabos de energia, discos rígidos, fitas de backup, copiadoras, gravadores e reprodutores de DVD, monitores, plotters, scanners, terminais de caixa, terminais inteligentes, thin clients, unidades de armazenamento externo, cartuchos de tinta, toners, acessórios, mídias, PABX, modems, MP3 players, iPods, netbooks, roteadores, smartphones, teclados…

Linha branca (eletrodomésticos)

Refrigeradores, fogões, lavadoras, aparelhos de ar-condicionado, freezers horizontais e verticais, frigobares, lava-louças, secadoras domésticas…

 

 

 

[mc4wp_form id=”4455″]