17 de janeiro de 2019

Aedes aegypti: saiba como manter esta praga longe da sua casa

Tacio Phillip/Shutterstock

Um bairro onde há predominância de casas em grandes terrenos ajardinados, muitos deles com piscinas. Essas são características que tornam Alto dos Pinheiros um lugar cobiçado por muitos, mas também uma região particularmente propícia à proliferação do Aedes aegypti, vetor transmissor da dengue, da zika, da chikungunya e da febre amarela.

Na temporada de chuvas de verão, é ainda mais importante ficar atento a todos os possíveis focos do mosquito. Uma cartilha publicada no final do ano passado pela Prefeitura de São Paulo dá várias dicas de como evitar a formação de criadouros do mosquito.

O material chama a atenção, por exemplo, para a necessidade de se tampar e vedar caixas d´água. Alerta também para os cuidados com calhas, lajes e telhas, que acumulam água da chuva — não esqueça que o mosquito se reproduz em água limpa e parada!

Veja aqui mais dicas da cartilha. Vamos juntos manter essa ameaça bem distante do nosso bairro!

Veja também

16 de setembro de 2014

Onde as bicicletas encontram a cidade

15 de maio de 2010

Goiabeira

25 de agosto de 2012

Cia. City